Title: Disponibilidades de pastagens e forragens na Quinta da Nossa Sra. de Mércules e nível de encabeçamentos mais ajustáveis em função das espécies animais existentes
Authors: Carmona, Rosa Maria Lopes
Issue Date: 1987
Citation: CARMONA, Rosa Maria Lopes (1987) - Disponibilidades de pastagens e forragens na Quinta da Nossa Sra. de Mércules e nível de encabeçamentos mais ajustáveis em função das espécies animais existentes. Castelo Branco : ESA. IPCB. Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Produção Animal.
Abstract: Hoje em dia é muito vulgar ouvirmos falar na intensificação animal, para que as necessidades alimentares da Humanidade sejam melhoradas, mas que deve no entanto ser feita da forma mais económica possível. Na opinião de Crespo (1974), de entre os factores capazes de determinar os níveis de produção económica dos animais, surgem em 1º lugar os recursos forrageiros, já que da sua disponibilidade e do seu preço dependerá a possibilidade de se alcançar a intensificação desejada. Tendo em conta este ponto e pensando sempre na melhoria das produções, urge quanto antes modificar o sistema de exploração mais usual - extensivo - em que se recorre principalmente a pastagem natural, pousios, restolhos e palhas que levam a encabeçamentos muito baixos, por outros que levem a melhores resultados. Para isso é necessário a implantação de áreas significativas de prados temporários - 2 a 6 anos - ou os permanentes - mais de 6 anos - ou melhorar os já existentes, fazendo sempre uma utilização racional da pastagem, pois é a partir desta racional utilização que depende não só o rendimento económico daquela, mas também a sua manutenção em boas condições (Ivo, 1978). Foi tendo presente toda esta problemática que nasceu a preocupação de fazer um trabalho na Quinta da N. Srª de Mércules para se determinar a produção total das pastagens e forragens no que respeita a Kg m.s., Kg P.B. e chegar ao seu valor energético - MJ/Kg m.s. - com base em tabelas, tendo por objectivo calcular as disponibilidades alimentares da Quinta e qual o nível de encabeçamentos mais ajustáveis às espécies animais existentes. Para que fossem possíveis todos estes cálculos foi necessário distribuir pelas diferentes parcelas ocupadas por pastagem, caixas de rede com 1 m2 de área para que se pudesse chegar a valores o mais aproximados possíveis da realidade da produção nas folhas onde os animais pastoreavam. Recolheu-se também amostras nas forragens destinadas à conservação. Em relação à tremocilha procedeu-se da seguinte forma: - Recolheu-se apenas uma vez amostras de toda a área ocupada com um aro de 0,01 m2 antes do corte para conservar - tremocilha com mais de um ano. - Recolheu-se amostras também uma só vez antes dos animais entrarem para o aproveitamento da tremocilha em seco - quando esta se encontrava no ano de implantação. A influência das variações climatéricas foram motivo de preocupação, sendo a ajuda do posto meteorológico da Escola Superior Agrária de Castelo Branco imprescindível para que através dos respectivos registos se pudesse tirar conclusões acerca das produções verificadas nos prados e nas pastagens.
Description: Disponível na Biblioteca da ESACB na cota C30-8095TFCPAN.
URI: https://minerva.ipcb.pt/handle/123456789/1428
Document Type: Thesis
Appears in Collections:ESACB - Produção Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RE_TFC_ROS_CAR.pdf1,74 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.